Profissão de fé

CREIO

Eu amo este Blogue acima de todos os blogues;

Eu jamais usarei o nome deste Blogue em vão, nem sequer o o nome da tia, que está sempre associado a coisas ordinárias;

Eu santifico o Sábado e os dias que escrevo neste Blogue, embora por vezes não cumpra a obrigação de jantar e ir para a noite com os blogueiros;

Eu honro o Manuel Fonseca e o Pedro Norton, além de outros legítimos superiores (na verdade todos, à exceção do Bidarra, por quem tenho tanta admiração que acho que já chega);

Eu jamais matarei ou maltratarei animais e plantas, quanto mais este Blogue;

Eu guardo a minha castidade toda para este Blogue que, por vezes, me dá uma ponta enorme;

Eu não roubo textos deste blogue para os publicar noutros blogues, nem textos de outros blogues para os publicar aqui.

Eu não levanto falsos testemunhos. Mas também raramente levanto testemunhos verdadeiros;

Eu tenho pensamentos limpos acerca deste Blogue e se um dia tiver relações com ele, será sempre depois de nos casarmos;

Eu não cobiço coisas alheias, salvo o que os outros membros do blogue escrevem e as frases do Papa Francisco, que no geral são tão boas que quase me convertem (ou será que eu já estou convertido?).

E pronto,  aqui tendes a minha profissão de fé! Embora hoje em dia quem trabalhe num jornal seja obrigado a ter uma profissão de fé, porque pela razão já tínhamos ido para
corretores da Bolsa ou trabalhar para um Banco que desse prémios através de offshores.

 

 

Sobre Henrique Monteiro

Nunca fui um sedutor, embora amasse algumas mulheres hospitaleiras. Nunca fugi de um combate, mas sempre invejei quem, ao abrir as portas de um saloon, provoca pânico entre os bandidos. Tenho nas veias sangue jacobino, mas odeio revoluções e igualdades uniformizadoras. Sou pacato e desordeiro, anarquista institucional, maestro falhado, cantor romântico e piroso a quem falta tom. Sem nunca me levar a sério - no melhor sentido da palavra, acho que apenas sou um homem bom (e barato).
Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

7 respostas a Profissão de fé

  1. Miguel Alexandre diz:

    Com a verdade me enganas lol

  2. ERA UMA VEZ diz:

    Curioso.
    Este blog está a fica “muito católico”
    Eu gosto.

    Será influência franciscana?

  3. Católico e pirata. Derramam-se tesouros sobre este blog. Todos têm direito à mesma porção do saque.

  4. ERA UMA VEZ diz:

    Comentadorzinho incluido???

  5. nanovp diz:

    Mas não esquecer que são os actos que contam “cher” Henrique! Profissões pode haver muitas…

  6. Pedro Bidarra diz:

    Eu é que te faço vénias; até à lombalgia, caro Henrique

  7. Maria do Céu Brojo diz:

    E quanto ao “Ato de Contrição”, que me diz?

Os comentários estão fechados.