Arquivos Mensais: Julho 2014

A minha modesta contribuição para o Dia Mundial do O

  Fiquei a saber pelo excelente texto do nosso Pedro Marta Santos no “Notícias Magazine” de domingo passado que hoje, 31 de Julho, é o Dia Mundial do Orgasmo. E vai daí, ciente de que sem ele (o muito desejado … Continuar a ler

Publicado em Trasladações e Outras Ossadas | 5 Comentários

O mais difícil dos ofícios

Há livros nos quais devíamos pegar com todo o cuidado, como se segurássemos nas mãos um coração que, por razões misteriosas, nos foi confiado. Como este Ofício de Viver, o diário escrito por Cesare Pavese para um público (sempre necessário … Continuar a ler

Publicado em Está Escrito | 23 Comentários

Amo-te mesmo quando te odeio

AMO-TE MESMO QUANDO TE ODEIO Trabalho sozinha. Bem, sozinha não será rigoroso: há o Cão. Quem trabalha sozinho, em casa, em isolamento, com ou sem cão/gato, ou marido/namorado/híbrido, ou mulher/namorada/híbrido, ou mesmo mãe/pai, sabe: 1. Há dias desesperantes em que … Continuar a ler

Publicado em Post livre | Tags | 7 Comentários

Pode Ser

Será apenas um delírio de querer desaparecer, ou a memória de estradas lisas, curvilíneas, que cosiam a montanha contra o verde maciço? Deslizava pela paisagem como se voasse, a cheirar o fumo das fogueiras que tinham aquecido a noite, agora … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 8 Comentários

Manual de Instruções Interdito a Homens

Mulheres: quando os vossos homens forem para a noite das urbes não há perigo que vos atormente. Sendo rara a surtida, liberem-nos com a vossa bênção. Importa recordar que no exercício da conjugalidade, os parceiros estão isentos de autorização em papel timbrado … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 2 Comentários

Flores do Mal VI

Publicado em Post livre | 3 Comentários

Manual de Funcionamento Masculino: on/off

ROBÓTICA PARA PRINCIPIANTES Ser ouvidos com olhos e sem boca como a Hello Kitty é Triste. A miúda da mesa ao lado – nem por isso tão miúda, aí uns trinta cinco, gira, bem cuidada -, explicava à amiga o … Continuar a ler

Publicado em Post livre | Tags | 9 Comentários

Feitiço Intemporal: o Erotismo

No mundo ocidental, o conceito de erotismo foi e é associada a tabus – constatação à risível maneira de Monsieur de La Palisse*. A nudez feminina domina a arte erótica ao ser, maioritariamente, executada por homens. Nu pictórico desapaixonado é raridade. … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 16 Comentários

Ao Sol, sem fazer nada

Ao Sol, sem fazer nada senão estar ao Sol, deve ser o estádio primordial do homem saciado. Imagino o meu tataravô ainda simiesco, peludo, barbudo, desgrenhado – uma espécie de Raul Meireles, com a barba do PêÉne e a cabeleira … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 5 Comentários

Flores do Mal V

Publicado em Post livre | 5 Comentários

A visita do meu amigo Varguitas

Conheci o Varguitas ainda adolescente. E rapidamente deixei de o ser com aquelas fantasias com que ele me encheu a cabeça. Primeiro, a obsessão pela tia bem mais velha do que eu. É certo que só era tia por afinidade … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 9 Comentários

Férias e agruras de um livro de Machado de Assis

Levei para férias um livro de Machado de Assis. O livro, no final, virou-se para mim e exigiu outro livro, o de reclamações. Ditou-me e eu escrevi. Exigiu que ficassem em itálico as citações ou palavras roubadas ao seu autor. … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 10 Comentários

Os Jesuítas ou o Google?

  Se, mal comparado, Portugal foi a NASA do século XVI e Sagres o nosso Cape Canaverale, então os Jesuítas foram o Google de então, não foram?

Publicado em Escrita automática | 9 Comentários

Na beleza de um, a beleza do outro

  Ela meteu-lhe os dedos à boca e salvou-lhe a vida. É bom que se saiba que eles se amaram. Podem não se ter amado em géneros, mas fosse qual fosse o amor que se tiveram, Elizabeth Taylor e Montgomery … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 13 Comentários

Flores do Mal IV

Publicado em Post livre | 8 Comentários