Arquivos Mensais: Dezembro 2014

Para 2015: dizer adeus à linguagem e ter um pensamento lateral

Se me deixares, estimado 2105, fica a saber que uma das primeiras coisas que quero fazer, quando tu mandares, é dizer adeus. Quero dizer adeus à linguagem. A linguagem é uma coisa muito complicada. Sim, é natural que queiras saber … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 7 Comentários

Bom Ano 2015

Publicado em Post livre | 11 Comentários

From Rita to Diogo with Love

Metronomy – The Look “The Look” faixa #4 do album English Riviera. (Joseph Patrick Mount )

Publicado em Post livre | 3 Comentários

Jorge de Sena: dez filmes para uma ilha deserta

Este sim, já era um livro. Fui o editor dele na Cinemateca, em 1988. Seria o meu primeiro Jorge de Sena. Ainda não sabia, mas havia mais à minha espera. mas que raio de editor sou eu? capítulo 5 Foi … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 17 Comentários

Cantas-me ao ouvido

CANTAS-ME AO OUVIDO E nada disso me interessa. Houve o tempo em que me media pela altura do teu ombro, e do teu, meus amados ídolos frágeis, e atrás da porta marcava a ausência de novos centímetros a cada ano. … Continuar a ler

Publicado em Post livre | Tags | 14 Comentários

O Grande Inquisidor – quem é quem?

  Por motivos que todos sabeis, o capítulo “O Grande Inquisidor” da genial obra de Fiodor Dostoievsky ‘Os Irmãos Karamazov” (Bratři Karamazovi)  foi pedida por um determinado detido de um determinado estabelecimento prisional, para fins que apenas ele pode explicitar. Saga … Continuar a ler

Publicado em Está Escrito | 1 Comentário

Um silêncio de afogar gritos

Música outra vez. E agora vamos lá com calma que aquilo ontem era só speed. Duas baladas. Mas duas baladas de barba dura. Esta é uma coisinha linda e boa cantada pelo Gregg Lake (que é quem dedilha o baixo), … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 7 Comentários

Pensas que és tu e se calhar és a Meryl Streep

Eu acho exactamente o contrário. Não sei se importa alguma coisa saber-se do que é que estamos a falar. Seja, então, de Meryl Streep. Se disserem que Meryl Streep, de “Kramer vs Kramer” a “The Bridges of Madison County”, faz … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 8 Comentários

Bora lá, pump up the volume

Ya, meu. Kick ass Os Zeppellin batiam alto, com este cão negro, ou com o Whole lotta love ou o Rock and Roll. Mas o sublime, o sublime era um tipo chegar-se à corte. E a corte, a carta de … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 6 Comentários

Todos temos esqueletos no armário

Bom, e a minha vida adolescente, os meus “summer que não foram de 42“, tinham lá sido alguma coisa sem estas duas canções, sem estas duas bandas que eram, bem entendido, dois bandos… Eram 10 minutos, os melhores, mais bem esgalhados 10 … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 6 Comentários

O dragão abana o rabo e está lá a satisfeita Europa

São pequeninas coisas que se anunciam, indícios, palpites, previsões, se calhar wishful thinking. Ora vejamos. Os BRICS é que vão crescer e coisa e tal. Dizem. E não é preciso ser bruxo: claro que a China vai dominar o mundo. … Continuar a ler

Publicado em Escrita automática | 3 Comentários

Cristiano Ronaldo vs Atef Abu Bilal

Qual Messi?! O verdadeiro adversário de Ronaldo para a Bola de Ouro, este ano, é um extraordinário jogador, quase desconhecido. Chama-se Atef Abu Bilal, e se muita gente o conhece como Atef Abu, e ainda mais gente o conhece como … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 5 Comentários

Andam livros na rádio

              Parece que foram prendas de Natal de muita gente. Quase que são, pode dizer-se, livros “Escrever é Triste“. Além de Pessoa, Claude Le Petit e João Cutileiro, são livros com a mão e … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 2 Comentários

The day after.

Publicado em Post livre | 9 Comentários

ver o Deus Menino em palhas deitado

Bansky: Inglês, Bristol. Street artist. Graffiti artist, activista, realizador e pintor. Este ano, matei definitivamente o Pai Natal. Este gordalifas que há anos anda a assassinar anjos e a destruir presépios e lares, coitadinho do Menino Jesus, ninguém merece – … Continuar a ler

Publicado em Museu das Curtas | 4 Comentários