Este blog tem anjo da guarda

 

É este que está aqui a fazer pose para a fotografia.

 ANJO DA GUARDA I

Encontrei-o aqui a apanhar sol.

– Mas que fazes tu num barco?  

– Gosto de viver à proa, vou à frente das coisas, para o que der e vier.

– Mas és um anjo duplicado? Para que queres tu o espelho?

 ANJO AO ESPELHO

– Até um anjo precisa de ajuda. E quem escolhe uma vida abaixo das nuvens traz sempre espelho na bagagem. Basta um olhar e regresso acima…simetrias, tás a ver?

– Olha que um espelho não faz milagres: cheiras a peixe, Anjo da Guarda.

– Mas ando sempre bem alimentado.

– Aposto que a Tia achava mais graça se vivesses num veleiro com patine e champanhe a bordo.

– O meu champanhe é a espuma do mar. O sabor não muda com o copo, seja veleiro ou bote. Mas tamanho importa: um cálice assim dá para Tia e sobrinhos…vai um cheirinho?

 ANJO DA GUARDA BARCO I

Sobre Teresa Conceição

Ainda estou a aprender esta terra de hieróglifos. Tenho na mala livros e remoinhos, mapas e cavalos guerreiros, lupas e lápis de cor: lentos decifradores.
Sou nativa de Vadiar, terra-a-terra. Escrever? Ainda não descobri onde fica. Mas parto com bússola e farnel (desconfio que levo excesso de bagagem).

Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

8 respostas a Este blog tem anjo da guarda

  1. EV diz:

    Teresa, que bonito… Lembra os anjos de quando era pequenina: anjo da guarda, minha companhia, guardai a minha alma de noite e de dia.

  2. Beatriz Santos diz:

    Tão querido o anjo duplicado! E tem auréola e tudo.

    tenho de ir ali pedir ao meu anjo que guarde o completo de mim e não só a alma, assim é que é trabalho acabado

  3. Helena Sacadura Cabral diz:

    Teresa, só os anjos falam assim!

  4. teresaconceicao diz:

    Ainda bem que gostou dele, Eugénia.
    Este anjo ía ficar desconsoladíssimo se não fosse gostado e recordado em oração de infância. Já deve bastar-lhe a morada ao sol e à chuvae e às ondas. É um grande treino em adversidades, parece-me-

  5. É um anjo que deve ter andado a ler Saramago, Beatriz. Ali parado este tempo todo deve ter muito tempo livre. E espaço para alma e carne, tudo completo. Aposto que é um anjo generoso, e pedir não custa 🙂

  6. Helena, que comentário tão simpático! Este anjo vai adorar 🙂

  7. ERA UMA VEZ diz:

    Ando por aqui à procura não sei bem de quê
    Atraso-me.
    Já tanta gente encontrou este anjo imaculado
    e eu tão só tão distante tão perdida
    passava-lhe ao lado.

    Agora
    fico indecisa
    confusa no nevoeiro
    que me invadiu a alma a vida a casa…

    quem sabe ainda cheguei a tempo de um afago
    e neste teu anjo, Teresa, encontre um “golpe da asa”

  8. Era uma vez,

    Este meu nosso anjo nao é um, são dois, e com este seu poema devem estar ambos de joelhos de tanto gostar da sua visita. Obrigada por este seu voo e por ter vindo aqui pousar.

Os comentários estão fechados.