O século XX cheira a gasolina. E o século XXI?

 

Meus Tristes,

agora que nos voltamos para as energias alternativas, menos poluentes, não quero que vos falte o cheirinho da gasolina.

Have fun,
EV

 

Gas, Edward Hopper, 1940 - MOMA

Gas, oil, canvas, 102.235 x 66.675 cm, Edward Hopper, 1940 – MOMA

 

Sobre Eugénia de Vasconcellos

Escrever também é esta dor amantíssima: os lábios encostados à boca do silêncio, auscultando, e nada, esperando dele a luz que beije. É assim, pelas palavras se morre, pelas palavras se vive.

Esta entrada foi publicada em Museu das Curtas. ligação permanente.

6 respostas a O século XX cheira a gasolina. E o século XXI?

  1. Mario diz:

    Este blogue e uma espécie de RTP2, o verdadeiro serviço público: da-se a conhecer o artista, alerta-se para questões de sustentabilidade e estimula-se os sentidos através do sugestao do cheiro a gasolina super COM CHUMBO, a melhor para snifar 🙂

  2. Beatriz Santos diz:

    Preferia gasolina inodora, sff.

  3. riVta diz:

    Eu já dei resposta ao seu desafio. Viva o Museu das Curtas!

Os comentários estão fechados.