Este blog acaba de ter alta. É oficial.

Self-portrait with Bandaged Ear, by Vincent van Gogh, 1889

Os Tristes também tiveram alta

Há uma semana, tal como aconteceu às oliveiras em Itália, este blog foi considerado oficialmente doente. Agora, e depois de terapias intensivas, veio toda a classe médica atestar que não há, nem sobra, um único – unzinho – dos sintomas que conduziram ao competente diagnóstico.

Os Tristes do Escrever é Triste estão curados. Não há cá hérnias, nem frozen shoulders.. .Nem gases. Foi uma semana magnífica, vivida em exaltante ambiente hospitalar, uma semana de comprimidos e injecções, raios X, uma ou outra ressonância magnética, um discreto toque rectal. Voltámos todos felizes da enfermaria para as nossas alvas camas.

É claro que alguns dos Tristes, mais distraídos, ainda não trouxeram as análises e os relatórios médicos. Não se admirem, por isso, que, ao longo dos próximos dias, possam surgir posts confessionais sobre esta dramática experiência a que não faltou, é claro, dimensão transcendente. Cada um tem a metafísica que merece. Se há quem tenha a do chocolate, por que não havemos nós de ter a metafísica do estetoscópio e do cateter?

Voltaremos ao hospital? Bom, só para termos o banner que a Rita Vasconcelos nos trouxe, já valia a pena. Mas sabem bem que não somos muito de nos repetir. Depois do Hospital, quem sabe se não faremos uma semana de Escrever é Triste no Médio Oriente ou, se é para conflito vamos ao conflito, uma semana na Escola Primária. Se os estimados leitores quiserem fazer sugestões, não se acanhem.

Sobre Escrever é Triste

O nome, tiraram-mo de Drummond. Acompanho com um improvável bando de Tristes. Conheço-os bem e a eles me confio. Se me disserem, “feche os olhos”, fecharei os olhos. Se me disserem, “despe-te”, dispo-me.
Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.