Me, Myself & Ai Voodoo

x

Enquanto ando embrulhada numa lesão que me roubou alguma destreza física, tropecei à porta de casa nesta empresa que me tirou da letargia triste em que me encontrava.

Uma Rita em miniatura para oferecer aos meus amigos. Já imaginaram poder passar a fazer parte duma mesinha de cabeceira, duma prateleira de estante, duma bancada de cozinha, num Hall de entrada, até no armário da despensa ou numa qualquer casa de banho?

Ou ser escondida numa gaveta, caramba, material à prova de alfinetes.

Mas que ideia excepcional … ah ah ah

Quero!

 

 

Sobre Rita Roquette de Vasconcellos

Apertava com molas da roupa, papel grosso ao quadro da bicicleta encarnada. Ouvia-se troc-troc-troc e imaginava-me a guiar uma mobylette a pedais enquanto as molas a passar nos aros não saltassem. Era feliz a subir às árvores, a brincar aos índios e cowboys e a ler os 5 e os 7 da Enid Blyton. Cresci a preferir desenhar a construir palavras porque... escrever é triste.
Esta entrada foi publicada em Ando Nisto. ligação permanente.

6 respostas a Me, Myself & Ai Voodoo

  1. MJG diz:

    A desvantagem desse presente é que não vou poder oferecê-lo, no Natal seguinte, a outra amiga ;(

  2. EV diz:

    Ai Rita!…

  3. Andam muitas lesões no ar, malta de cama, as melhoras:

Os comentários estão fechados.