Arquivos Mensais: Julho 2016

Ai o c…! (isto não é um artigo vulgar ou ordinário)*

Este texto é do pénis ou, se preferirem, do órgão reprodutor masculino, porque é um texto de certa cultura sobre palavras escondidas que tendem a ficar vulgares ou ordinárias depois de os jornais darem relevo de título a palavrões utilizados … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 6 Comentários

Os loucos anos 20

  Não ando só nisso de traduzir o infecto escândalo de Pierre-Félix Louÿs. Também ando a escrever a convite, para a Visão História. Ou seja, andei a escrever, porque entretanto já vi nas bancas a revista. É sobre os anos … Continuar a ler

Publicado em Ando Nisto | 1 Comentário

Civilidade entre meninas

Um dia destes prometo apresentá-lo com mais pormenor e profundidade. Pierre-Félix Louÿs é um autor pouco canónico e, por isso, menos conhecido ou apreciado pelas academias. Mas foi um dos mais sensíveis cultores de uma erotismo literário que leva a … Continuar a ler

Publicado em Ando Nisto | 9 Comentários

Amarrar o burrinho

Então, rapaz, não tens nada a dizer aos tristes leitores deste tristíssimo blogue? E eu que não! Eu estou cá comigo, preocupado com as minhas coisas. Estás a amarrar o burrinho? E eu que nem sei bem o que é … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 3 Comentários

O ar no meio das pernas

O ar do metro levanta-lhe a roda do vestido. É mais do que uma imagem, é um ícone. Mais do que na nuíssima fotografia do calendário, foi nessa imagem de Marilyn Monroe, filmada numa noite em brasa, que todo o … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 4 Comentários

As filhas dos homens

Das ligações secretas entre poemas e geografia nunca soube até àquele dia. Eu super mulher na prancha, dona do mundo e das montanhas Lozenska. Nome de mulher, que esperava eu de uma Lozenska altiva, a vingança foi fria: queda no … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 2 Comentários

Terá de estar vazio o Paraíso

  Não poderei esquecer o rosto do motorista iraniano naquela tarde. Foi a primeira vez que li em voz alta os Rubaiyat de Omar Khayyam. Estava em Shiraz, no Irão, à sombra de um escasso jardim que não trazia frescura … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 4 Comentários

Clássicos fazem frente comum

Tem sido assim em quase todas as livrarias: adesão e exposição. Mas quem tenha passado nos últimos dias pela Bertrand do Dolce Vita teve e tem este lindo espectáculo a acolhê-lo (a foto, um registo feito com muito boa vontade, … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 6 Comentários

A armadilha de homens

  Ando nisto: a abrir poemas ao acaso na grande Rosa do Mundo, da Assírio & Alvim; a gostar de abrir poemas que às vezes são muito fechados e outras vezes tão abertos que só querem ser mirados mais uma … Continuar a ler

Publicado em Ando Nisto | 4 Comentários

Um requintado masoquismo

«How do novelists describe sex and still maintain a respectable distance from pornography?» A pergunta, a que eu não sei responder, é de Claire Jarvis e é a primeira frase do artigo publicado aqui pela Millions, uma revista online a que … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 7 Comentários

Não é com vinagre que se apanham poentes

  Naquele tempo, o sol vinha roubar o vinho ao meu copo. De tão borracho, ficava entalado. E nós com um pôr-do-copo só nosso. Para sempre, como nas fotografias. ‘Quem me dera no tempo em que fotografava sem dar por … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 7 Comentários

A tenra inclinação de Chaplin

Já digo quem é, mas apanhei-o a falar e não o quero interromper: “Ela era uma grande e bela mulher com uns vinte e dois anos muito bem construídos. Tinha umas abóbadas superiores imensamente expansivas que o décolleté muito profundo … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 5 Comentários

A orgia parisiense

    Será que cheira a Revolução no mundo em que vivemos? Às juvenis narinas de Jean-Arthur Rimbaud cheiraram a revolução. Uma maiúscula e convulsa Revolução. Havia meio ano que a Prússia se enfiara França dentro, ganhando batalhas e cercando … Continuar a ler

Publicado em Está Escrito | 4 Comentários

SLB forever. Cervi, Horta e pluribus unum

Pois muito bem, foi o o pé do Éder, os patins do Diogo, os lisinhos e secos abdominais das maravilhosas mulheres do atletismo. É de campeões! Entoou-se mais vezes o Hino do que num acampamento da canora e risonha Mocidade, e sem … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 5 Comentários

Central Parque

Já foi ao Central Parque com Joana Stichini Vilela e Pedro Rolo Duarte? Nem precisa sair do sofá… No programa emitido a 16 de Julho, o nosso Manuel S. Fonseca e a sua Guerra & Paz são convidados com António Lobato … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 2 Comentários