O arranjo

No mesmo dia, o Benfica ganhou, o Papa visitou Fátima, a Luísa e o Salvador Sobral deram a Portugal uma projecção inesperada com o primeiro lugar no Festival da Eurovisão e nos últimos segundos de exposição mediática, o Salvador fez uma coisa linda.

Agradeceu ao Luís Figueiredo (2:53m) o arranjo que lhes deu o prémio.

Bravo aos trÊs.

 

Sobre Rita Roquette de Vasconcellos

Apertava com molas da roupa, papel grosso ao quadro da bicicleta encarnada. Ouvia-se troc-troc-troc e imaginava-me a guiar uma mobylette a pedais enquanto as molas a passar nos aros não saltassem. Era feliz a subir às árvores, a brincar aos índios e cowboys e a ler os 5 e os 7 da Enid Blyton. Cresci a preferir desenhar a construir palavras porque... escrever é triste.
Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

6 respostas a O arranjo

  1. ana marchand diz:

    é o que se chama a STisssima TRINDADE!!!! e que viva PORTUGAL!!!!!!!!!

  2. rita, e o que é bonito é que foi tudo a justo título

  3. Guilherme Godinho diz:

    E eu que compreendo tudo isso e não gosto de nenhum dos 3?

    Parabéns ao SLB! Parabéns ao Sobral (e à irmã de quem muito gosto) e viva Fátima que me enche o País (continuo sem saber se escrever com maiúscula) de crentes.

    • riVta diz:

      Felizmente nem todos temos que gostar do amarelo ( ou será verde?:-P). Fairplay distingue-nos uns dos outros. A ver se jantamos depressinha para trocarmos cromos.

Os comentários estão fechados.