Haja Livros

A vida de um editor não é uma vida regalada, um festim de Babette, cumulado de prazeres. Mas é uma vida com sabores. Ali em cima, na imagem, estão os 22 clássicos que eu já publiquei na Guerra e Paz editores e o vigésimo terceiro que vem a caminho. Descobrir que de 22, 14 fazem parte do Plano Nacional de Leitura sabe a cereja em cima do bolo. (Que lindos que os livros estão, Ilídio!)

Não deixemos os nossos miúdos perderem a paixão da leitura. Com ela é que vem, por junto, a paixão da aventura e a paixão do conhecimento. E não se esqueçam, foi a morder no fruto da árvore do conhecimento que saímos da pasmaceira do paraíso. Haja Deus. E haja Livros.

Sobre Manuel S. Fonseca

O meu maior medo é que a morte seja tudo às escuras sem se poder ler. Pouco interessa deixar de ser humano, desde que não deixe de ser leitor. Ler é do mais feliz que tenho. Até porque escrever é triste.
Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

5 respostas a Haja Livros

  1. Bea diz:

    Parabéns ao editor, à editora e a todos que nela contribuem para o sucesso. Longa vida aos livros! E aos leitores! :).

  2. Luisa diz:

    Parabéns e ótimo Orgulho e Preconceito em homenagem a Jane Austen. Já tenho dois acho que não vou resistir. Quando sai?
    Vou também querer o “Lisboa em Camisa” do Gervásio Lobato para oferecer ao bisneto que tem muito em comum com ele.

SEJA TRISTE, COMENTE