O livro da Teresa leva-me a jantar

Reclamo já a prioridade e o privilégio: eu fui o primeiro a usar este livro. A Teresa Conceição, à maneira dela, essa maneira a que os leitores do Escrever é Triste se rendem, escreveu um guia que é mais do que um guia. É, digamos assim, uma perdição algarvia. E eu já hoje vou jantar com ele. Levo este IR ALGARVE comigo a um restaurante de que sou frequentador fidelíssimo, o restaurante do chef Joaquim Feliciano. Estou a falar de A Chaminé, na aldeia de Altura, em cima de uma quilométrica praia de areia fina e mar quente.

Já venho aqui há cinco séculos, mas hoje vou lá com o livro para o dar ao meu Chef favorito, a ver se ele me senta na mesa onde já sentou, por exemplo, o rei Gustavo do Suécia – e me serve a mesma receita de lagosta que lhe serviu a ele. Mas não pensem que é um restaurante pomposo. É simples é directo e é genuíno – exactamente as virtudes do livro em que a Teresa Conceição o recomenda. Vêm aqui políticos, escritores, estrangeiros e portugueses, gente da terra, turista de quase pé descalço. E já vi aqui meia equipa do FCP dos tempos do Jorge Costa e do Secretário, como já ouvi um empresário negociar o Hugo Leal se bem me lembro para o Atlético de Madrid.

Talvez coma uns carapaus alimados e talvez comece pelo mais fresco gaspacho que conheço, encaixado numa armação de tiras de pepino que não deixam que delas caia nem uma gota do precioso caldo. Faz-me companhia um livro. Neste restaurante, aquele livro.

 

Sobre Manuel S. Fonseca

O meu maior medo é que a morte seja tudo às escuras sem se poder ler. Pouco interessa deixar de ser humano, desde que não deixe de ser leitor. Ler é do mais feliz que tenho. Até porque escrever é triste.

Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

3 respostas a O livro da Teresa leva-me a jantar

  1. Que graça de texto, Manel. Já pensou fazer um roteiro de boas mesas? 🙂
    Fico contente por saber que o meu caderninho já anda a passear !

    • Manuel S. Fonseca diz:

      E ontem à noite ficou no Ideal de Cabanas…

      • A sério? No Ideal tirei fotos à equipa de cozinha. Foi uma tarde muito gira.
        As senhoras viram a página delas? Foi surpresa, não lhes disse que ía fazer o livro, nem que íam figurar nele.

        Boas férias, Manel!!!

Os comentários estão fechados.