1934

Sobre Ana Marchand

sou uma creatura sou uma creatura no meio de imensas outras criaturas. sou um pouco deste planeta e muito deste universo. busco o calor e a luz. fabrico imagens , olho atentamente ,deixo nas folhas dos cadernos essa memória , o registo, o arquivo leio , leio muito. rodeio-me de sons. sou nómada , viajante, curiosa, estudante. gostaria de me consumir totalmente, sem deixar resíduo.
Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

SEJA TRISTE, COMENTE