Reset

RESET

Não há plano.
Não há sonho.
Não há futuro.
Só há agora:
de hora a hora
até o passado se desfaz.

Sobre Eugénia de Vasconcellos

Escrever também é esta dor amantíssima: os lábios encostados à boca do silêncio, auscultando, e nada, esperando dele a luz que beije. É assim, pelas palavras se morre, pelas palavras se vive.
Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

3 respostas a Reset

  1. Sempre há o plano divino:

  2. albertino.ferreira diz:

    O seu poema lembra-me uma citação do filósofo russo N. Berdiaev (1874-1948) : “Não existe passado nem futuro, mas apenas um presente incessantemente criado” .Foi expulso da Rússia e exilou-se em França tendo a sua obra influenciado os círculos existencialistas franceses.

  3. Nano diz:

    Mesmo sem plano e sem sonho é necessário fazer o RESET….

SEJA TRISTE, COMENTE