Aquivos por Autor: Henrique Monteiro

Sobre Henrique Monteiro

Nunca fui um sedutor, embora amasse algumas mulheres hospitaleiras. Nunca fugi de um combate, mas sempre invejei quem, ao abrir as portas de um saloon, provoca pânico entre os bandidos. Tenho nas veias sangue jacobino, mas odeio revoluções e igualdades uniformizadoras. Sou pacato e desordeiro, anarquista institucional, maestro falhado, cantor romântico e piroso a quem falta tom. Sem nunca me levar a sério - no melhor sentido da palavra, acho que apenas sou um homem bom (e barato).

Difícil é saber a quantas ando…

    Eu, por mim, estou no dia 2 de janeiro de 2017. Mas isto, claro, é uma convenção porque na realidade estou no dia 4 do mês de Tevet de 5777, ou a 2 de janeiro de 6017, ou … Continuar a ler

Publicado em Escrita automática | 7 Comentários

Sim, a pós-verdade é um conceito mentiroso!

Pergunto-me a mim próprio por que razão se descobriu o conceito de pós-verdade quando tínhamos à mão uma palavra tão boa para referir o mesmo conceito. Não, não me refiro a inverdade, que já teve os seus tempos. É mesmo … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 14 Comentários

Fraternidade, uma ideia de futuro*

Começo com uma citação de Os Lusíadas, para que se veja que não estamos a falar de algo desconhecido:   Porque o amor fraterno e puro gosto De dar a todo o Lusitano feito Seu louvor, é somente o pressuposto … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 5 Comentários

Capela do Rato: João que chora, João que ri

Domingo, dia 4 de dezembro, segundo domingo do Advento, fomos – nós, alguns dos tristes do blogue – à Capela do Rato, assistir à missa. Cada um retirará as suas conclusões do que viu, ouviu, sentiu ou intuiu na cerimónia em … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 2 Comentários

A Tabacaria de Pessoas como Norton e Fonseca

  Não há nada mais sério do que um livro nem nada mais divertido do que um livro. Por isso, quando o Dr. Manuel S. Fonseca me pediu que eu lançasse o livro de Pedro Norton, MA, decidi ser chato. … Continuar a ler

Publicado em Post livre | Comentários fechados em A Tabacaria de Pessoas como Norton e Fonseca

Hineni (הנני) Estou pronto, Senhor – seguido de declaração de amor

Tu queres isto mais escuro? (You want it darker?) Perguntou ele, com a voz cava e a música cheia de sentimento. E responde: Hineni! Estou pronto Senhor (I am ready, my Lord). A mesma palavra hebraica הנני que Abraão  respondeu a … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 1 Comentário

Viram por aí o Hitler?

Eu sei, querida tia, que estou a fazer publicidade indireta a uma editora que não é a nossa preferida. Mas trata-se de obra meritória, para mais de amiga meritória, para mais tia de dois dos nossos meritórios bloguistas. E assim … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 5 Comentários

E por que não uma mulher a presidir à missa?

Estive num casamento entre um amigo português, de tradição católica, e a sua noiva alemã, luterana. A cerimónia religiosa foi presidida por um Padre católico e uma Pastora ou clériga alemã. Na realidade, foi uma cerimónia interessante e diferente, metade … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 2 Comentários

Douro, Douro, Douro… e Gargantua & Pantagruel

Como sabeis, não sei se sabeis, mas deveríeis saber, Gargantua nasceu depois de 11 meses no ventre de sua mãe. Era o pai de Pantagruel, o gigante que comeu e bebeu do melhor e outras coisas fez e pensou, de … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 3 Comentários

Recuerdos de infância

Estava o velho Luís na tasca a citar filosoficamente um pedaço de sabedoria (Deus nos guarde de parráfo de legista Etc. de escrivão, infra de canonista e récipe de mata-são) Quando uma daquelas vozes estridentes que as mães do Norte … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 2 Comentários

Um livro que nunca lerei

    Queridos tristes, hoje vou escrever sobre um livro que não li e não lerei. Enviaram-me algumas partes, leram-me ao telefone outras, é certo, mas fosse como fosse, ainda que não soubesse qual o assunto, não o leria. Por … Continuar a ler

Publicado em Está Escrito | 32 Comentários

Ai o c…! (isto não é um artigo vulgar ou ordinário)*

Este texto é do pénis ou, se preferirem, do órgão reprodutor masculino, porque é um texto de certa cultura sobre palavras escondidas que tendem a ficar vulgares ou ordinárias depois de os jornais darem relevo de título a palavrões utilizados … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 6 Comentários

Amarrar o burrinho

Então, rapaz, não tens nada a dizer aos tristes leitores deste tristíssimo blogue? E eu que não! Eu estou cá comigo, preocupado com as minhas coisas. Estás a amarrar o burrinho? E eu que nem sei bem o que é … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 3 Comentários

Ah! Mas eu sou velho

Há tipos que jantam, que fazem anos, que bebem copos. Há tipos que vão ao Rock in Rio e a concertos variados. E os que vão à ArcoLisboa ou mesmo ao Cais das Colunas mirar inglesas (agora é mais francesas, … Continuar a ler

Publicado em Escrita automática | 4 Comentários

A crítica da crítica crítica, a miséria da Filosofia e minha própria miséria

Ó ilustres partenaires no lançamento dos livros do Mestre Fonseca – Manifesto do Patido Comunista; Mein Kampf e Pequeno Livro Vermelho de Mao – aqui estou eu a dizer o que não me permitistes, pois como bem diz o Pedro … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 8 Comentários