Aquivos por Autor: Rita Roquette de Vasconcellos

Sobre Rita Roquette de Vasconcellos

Apertava com molas da roupa, papel grosso ao quadro da bicicleta encarnada. Ouvia-se troc-troc-troc e imaginava-me a guiar uma mobylette a pedais enquanto as molas a passar nos aros não saltassem. Era feliz a subir às árvores, a brincar aos índios e cowboys e a ler os 5 e os 7 da Enid Blyton. Cresci a preferir desenhar a construir palavras porque... escrever é triste.

Silêncio

O silêncio é um lugar de palavras

Publicado em Escrita automática | 10 Comentários

Incrível

– Incrível.A diferença que faz pensarmos se está meio cheio ou meio vazio!

Publicado em Post livre | Tags | 10 Comentários

Vamos ii

Publicado em Post livre | 6 Comentários

14 de Fevereiro

Publicado em Post livre | 6 Comentários

Tatoo art – feérico ma non troppo

Fomos recebidos num ambiente apropriado ao massacre do corpo. Marcar a pele, um gesto tão distante dos meus hábitos. Imaginei possível eu ser outra. Oferecer o corpo. O braço, o pulso, o pescoço ou a nuca, sei lá, qualquer coisa? … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 14 Comentários

Cinco anos depois

A 14 de Dezembro de 2016  este blog fez cinco anos. Parece que foi ontem que me diverti com a varicela da Jolie e com o Manuel.

Publicado em Post livre | 8 Comentários

Os Guardiões

  a rua? a mesma do outro dia não se mexeram enquanto passei sequer ladraram … guardavam

Publicado em Post livre | 10 Comentários

Domingos

Publicado em Post livre | Tags | 7 Comentários

Abraço Nocturno

Publicado em Post livre | 4 Comentários

Mudar *

* A mudança que um pode fazer é suficiente. Porque em um está o mundo inteiro.

Publicado em Post livre | 8 Comentários

53 anos depois

la prima notte di quiete je n’ai rien à foutre

Publicado em Post livre | 4 Comentários

Tchin – Tchin

Publicado em Post livre | 7 Comentários

Sem hesitar

Publicado em Post livre | 4 Comentários

Até para o ano

Publicado em Post livre | 2 Comentários

The day after

 

Publicado em Post livre | 6 Comentários