Arquivo da Categoria: Ficção

Ficção

La Plaza Perdida

  Hoje faz anos o meu amigo, meu irmão e meu gémeo Gonzalo López. Dir-me-ão, “sim, está bem, mas o que é que isso nos interessa?”. O Gonzalo López merece uma estátua a cavalo no centro da Plaza Mayor de Madrid, … Continuar a ler

Publicado em Ficção | 6 Comentários

Fenómenos

– Vivemos num mundo curioso. – Não me vais falar do terço da outra pois não? É que já não se pode. – Não! – Então? – Lembraste daquela exposição de fotografias a que fui? – Sim. – O tipo vendeu … Continuar a ler

Publicado em Ficção | 4 Comentários

preto no branco 1

Publicado em Ficção | 1 Comentário

Concessões

Personagens: Inês & Carlos Cenário: Apartamento generoso Carlos está em casa com um copo de whisky na mão. São  21:30h e o noticiário a fechar. Inês entra em casa com uns sacos na mão e pousa as chaves. ____________________________________________________________ Ele- … Continuar a ler

Publicado em Ficção | 5 Comentários

LUAS_LUVAS

Estava pendurada nas paredes caiadas do atelier. Fazia parte de uma série de cinco fotografias da lua. O desenho das mãos era um acrescento posterior , alguns anos depois. Olhava todos os dias para este trabalho. Estava ali. Um destes … Continuar a ler

Publicado em Ficção | 4 Comentários

Natália

Sentia-se crescido mas ainda não chegava às teclas. Isso não o atrapalhava. Encostava uma grade de cervejas vazia ao banco do piano e pousava os pequenos dedos nas teclas de marfim que ainda tocavam. Gostava do som da nota que … Continuar a ler

Publicado em Ficção | 2 Comentários

Acção de Graças

  No dia do ‘bacalhau com todos’ a fila vai até à porta. Era dia de bacalhau. A Bia sentou-se à minha frente com um prato de sopa cheio de couves, batatas, grão, cebola, colorau, tudo a boiar no prato … Continuar a ler

Publicado em Ficção | 2 Comentários

Pedra de afiar

  Fazia a barba desde os 14 anos. Escanhoava-se com espuma e navalha e era ao espelho que repetia os gestos que tantas vezes vira ao pai ao crescer. Passava a navalha pela pedra de afiar com segurança, e tirava … Continuar a ler

Publicado em Ficção | Comentários fechados em Pedra de afiar

A felicidade cerziu-se de azul.

    Sempre soube que este dia ia chegar. Sempre? Desde o dia em que deixei pela última vez aquele cais azul. O cais de todas as minhas memórias. E o que é certo é que hoje, nem de propósito, acordei … Continuar a ler

Publicado em Ficção, Post livre | 3 Comentários

À Deriva

Anos atrás tinha os pés enterrados numa areia seca e rugosa. Fazia calor e havia pouca gente na praia. Também ainda não era Verão, o tempo não tinha aquecido, as ondas batiam com alguma força numa rebentação abrupta. Sentia a … Continuar a ler

Publicado em Ficção | 5 Comentários

Reflexões num quarto de hotel

Ele foi agora à casa de banho. Quando começámos, nos primeiros encontros, também eu me levantava logo, um desconforto furtivo e apressado a querer levar-me para o elevador, átrio e porta da rua. Vinha-me dele uma calma de homem sozinho … Continuar a ler

Publicado em Ficção | 11 Comentários

Uma História Curta

Bebeu o último gole e levantou-se. Estava um pouco bebido. O bar quase vazio, invadido pela sombra da noite que chegava devagar, sem pressa. Sempre gostou de beber ao fim do dia, ainda com a luz do sol a bater … Continuar a ler

Publicado em Ficção | 7 Comentários

Clarinha

CLARINHA Quando a Clarinha deu brado nos jornais, para mim, era apenas e ainda uma tal Clara Mendes Rebelo. Jamais a vira, tão bonita quando era pequenina, ou ouvira falar dela até àquele boom na imprensa e redes sociais, de … Continuar a ler

Publicado em Ficção | 14 Comentários

Calçar Sapatos

Disse-lhe não calces esses sapatos. Não te ficam bem. Calçar Sapatos: Os sapatos assumem o resto de nós. O que escondemos. Pregam-nos uma rasteira a caminho do nosso esconderijo; O verbo, abre portas para outros mundos. Calçar outros mundos. Sim, … Continuar a ler

Publicado em Ficção | 2 Comentários

Fait divers

Tinha tropeçado e caído da escada abaixo, fazia tempo. Arranhara as canelas, partira o dente da frente, e magoara as costas, ficando impedida de dar aulas durante dois meses. Não percebeu muito bem o que lhe tinha acontecido. Ou melhor, o que lhe … Continuar a ler

Publicado em Ficção | 5 Comentários